02/12/2010

Perdoar: Uma missão quase impossível...?



- "Minha amiga traiu minha confiança. Senti muita raiva pelo o que ela me fez, sofri muito e ainda estou muito magoada. Ainda gosto muito dela, e sinto falta da amizade dela. Mas não consigo perdoá-la. O que eu faço?"

resposta falsa: "Primeiramente se ela te traiu ela não é sua amiga de verdade. Esquece tudo isso, inclusive essa amizade que vocês tinham. Se acabou era para acabar algum dia mesmo. E pare de se preocupar com ela, foi ela quem errou e não você. Se ela te traiu é ela quem tem de se preocupar com o que fazer não você." 

resposta verdadeira: "Você disse: ''NÃO CONSIGO PERDOÁ-LA", claro que consegue, se você realmente quizer CONSEGUE SIM, pois a única pessoa que pode dizer se você consegue ou não é você mesma. O perdão é a chave para a sua evolução no Amor de Deus ( que foi derramado em nossos corações ). Veja: "Eu afirmo a você, então, que o grande amor que ela mostrou prova que os seus muitos pecados já foram perdoados. Mas ONDE POUCO É PERDOADO, POUCO AMOR É MOSTRADO. Lucas 7:47" Jesus estava falando sobre a mulher que lavou os pés Dele com suas lágrimas e os enxugou com seus próprios cabelos. Essa foi a demostração de Amor que ela fez, e os seus pecados foram perdoados. Onde habita o perdão, habita também o amor. Quando você perdoa, você estará agindo no Amor de Deus.  "O importante é você ficar livre dessa mágoa, pois com a mágoa o seu coração fica triste, com raiva, aborrecido, sobrecarregado... Apenas "Descanse no Senhor e ele satisfará o desejo do teu coração. Salmos 37:4" 
                                   
A importância do perdão  

Certo dia um professor resolveu passar uma lição diferente para seus alunos.
O professor pediu que cada um deles levassem batatas e uma sacola de plástico para a aula.
E pediu também para que separassem uma batata para cada pessoa de quem sentiam mágoas, escrevessem os seus nomes nas batatas e as colocassem dentro da sacola. As crianças acharam legal e logo começaram a encher suas sacolas. Algumas das sacolas ficaram muito pesadas.
A tarefa consistia em, durante duas semanas, carregar junto consigo a sacola com batatas para onde forem.
   No começo as sacolas estavam pesadas, mas eles diziam consigo mesmo " Vou conseguir, são apenas batatas."
Naturalmente as batatas foram estragando com o tempo. O cheiro, o peso, toraram-se um incômodo para eles. E foi assim durante as duas semanas.
No último dia da segunda semana, algumas crianças estavam com as mãos cheias de calos e não aguentariam mais nenhum dia com aquelas sacolas.
O professor chegou na sala de aula, e logo foi ver o resultado da lição.
- " O que vocês sentiram quando carregavam as sacolas?" perguntou o professor.
A maioria das crianças responderam as mesmas coisas: raiva, dor, tristeza, incômodo, desânimo, cansaço, fraqueza...
O professor olhando nos olhos das crianças, disse:
"- É assim que o coração de vocês se sente, por carregarem tanto ódio, rancor, mágoa e raiva. Esse incômodo de carregar a sacola, a cada momento e em todo lugar, mostra a vocês o tamanho do peso espiritual diário que a mágoa ocasiona, bem como o fato de que, ao colocar a atenção na sacola, para não esquecê-la em nenhum lugar, vocês deixavam de prestar atenção em outras coisas que eram importantes para vocês."
"Este é um exemplo do preço que se paga, todos os dias, para manter, a dor, a raiva e a negatividade. Quando damos importância aos problemas não resolvidos ou às promessas não cumpridas, nossos pensamentos enchem-se de mágoa, aumentando o stress e roubando nossa alegria.
Vale a pena carregar tanto peso em nossos corações, sabendo que podemos nos livrar desse peso através de uma só frase??
- "Me perdoa?"
Perdoar e deixar estes sentimentos irem embora é a única forma de trazer de volta a paz, a felicidade e o amor. Não encha seu coração de "batatas", pelo ao contrário, jogue elas fora."